www.sem-idade.com
Portal do Avô - home homequem somoscomo anunciarnewslettercontactos
Directório de Serviços DEZ 17


Últimos Anunciantes:

    NOTÍCIAS



Cruz Vermelha defende necessidade de o Estado apoiar envelhecimento saudável


Data:  24-11-2010     Fonte:  Lusa



  A Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) defendeu hoje que o Estado deve apoiar o envelhecimento saudável dos idosos, preconizando um "olhar para as necessidades individuais de cada um", em vez de "dar receitas que dão para todos".

"Há muitos idosos que não têm um envelhecimento saudável porque não têm dinheiro para suprimir as suas necessidades. Com os baixos rendimentos, não podem comprar os seus remédios e ter a alimentação que deviam ter", referiu a vice-presidente da organização, Cristina Louro.

A responsável falava à agência Lusa a propósito das jornadas transfronteiriças da Cruz Vermelha Portuguesa e da sua congénere espanhola, que decorrem na quinta-feira no Palácio de D. Manuel, em Évora, sob o lema "Promover o envelhecimento saudável".

Reunindo cerca de 150 participantes, a iniciativa vai debater temas como "As políticas públicas no envelhecimento", as "Boas práticas da CVP para o envelhecimento activo" e "O Sistema público de cuidados continuados" e promover a troca de boas práticas no apoio aos idosos e à sua integração na sociedade.

A vice-presidente da CVP destacou a importância de "um novo olhar" do Estado para os idosos, "conforme as suas necessidades individuais", porque "nem todas as pessoas têm como problema a falta de apoio domiciliário ou de residências".

"Há pessoas que têm falta de dinheiro para comprar os seus medicamentos", insistiu Cristina Louro, considerando que as pensões e os subsídios são, muitas vezes, "insuficientes para satisfazer as necessidades dos idosos com envelhecimento saudável".

Para a mesma responsável, "a prevenção que deveria ser feita, o Estado ignora-a, porque não tem medidas adaptadas ao problema".

Por isso, acrescentou, "essa responsabilidade devia ser entregue às organizações que estão vocacionadas".

De acordo com a vice-presidente da CVP, o envelhecimento saudável dos idosos "passa por ter uma alimentação cuidada, fazer desporto e participar em actividades permanentes que não permitem um envelhecimento pacífico".

"Se o idoso frequentar uma academia sénior e se receber apoio social à medida, quer seja numa residência ou tranquilamente em sua casa, é enriquecedor e vai contribuir para o envelhecimento saudável", sustentou.

Segundo a CVP, que cita dados do Instituto Nacional de Estatística, o número de pessoas com mais de 65 anos em Portugal é, actualmente, quase dois milhões, prevendo-se que seja de cerca de três milhões em 2050.


<< Notícia anterior               Notícia 87 de 228               próxima Notícia >>


 
Informações Úteis Agenda de Eventos Publicidade

Hospitais Públicos Centros de Saúde Farmácias Serviço Emergências Associações Bibliotecas Museus Parques e Jardins Legislação Pessoas Desaparecidas